Agricultura distribui hortaliças no Parque Nanci e abóbora no Centro em Maricá

Agricultura distribui hortaliças no Parque Nanci e abóbora no Centro em Maricá

25 de junho de 2021 0 Por Francisco Avelino

O dia foi de entrega de produtos naturais à população em Maricá, realizada pela Secretaria de Agricultura, Pecuária e Pesca em dois pontos da cidade. A principal ocorreu na Praça Conselheiro Macedo Soares, onde a população recebeu parte da produção de abóbora colhida esta semana na fazenda pública Joaquim Piñero (antiga Fazenda Ibiaci), no Espraiado. Mais cedo, houve uma colheita e distribuição de hortaliças da horta comunitária do Parque Nanci.

Os legumes e verduras foram entregues aos moradores no início da tarde. Quem foi ao Parque a Céu Aberto pôde levar para casa alface, berinjela, beterraba, cenoura, mostarda, rabanete e rúcula, com a quantidade livre para cada um. “Muito bom ter isso tão perto de casa. Já não vou fazer feira neste fim de semana”, comemorou Nilma Guimarães, de 68 anos, que mora há 14 no bairro.

Já o técnico em enfermagem Antônio Coquito se mudou há menos de um ano para o local vindo de Teresópolis (na Região Serrana), e se surpreendeu com a iniciativa. “Isso é muito bonito e positivo também porque une o morador pela preservação do local”, avaliou ele, que tem 58 anos.

No Centro de Maricá, gente de diferentes bairros foi buscar um pedaço da abóbora vinda da fazenda pública. Segundo o secretário Julio Carolino, foram entregues entre 6 e 7 toneladas à população. Outra distribuição está marcada para este sábado (26/6) em Inoã. A primeira dama de Maricá, Rosana Horta, também esteve na praça e se emocionou com a procura das pessoas.

“Isso aqui simboliza a vida, e vida saudável para as pessoas. É uma bênção poder oferecer às pessoas desta forma, pois muita gente necessita ainda, é muito importante”, declarou ela. A primeira a receber foi Suelen Bocler, de 25 anos, que já decidiu como vai prepara a abóbora. “Com esse frio vou fazer um bom caldo para meu marido e meus filhos. É um projeto muito interessante, e o melhor é ser livre dos agrotóxicos”, considerou a moradora de Itaipuaçu.

Julio Carolino garantiu que os produtos da fazenda Joaquin Piñero serão entregues ao povo de Maricá enquanto as aulas da rede municipal de ensino não retornarem. “Queremos também ampliar nossa área cultivável na fazenda, passando a produzir mamão, por exemplo. A melhor coisa que vi aqui foi o carinho que a população tem com o que é produzido em nossa cidade, é a melhor resposta que podemos ter”, afirmou o secretário.