Suspeitos de matar fotógrafo na comunidade do Santo Cristo são presos

Suspeitos de matar fotógrafo na comunidade do Santo Cristo são presos

26 de maio de 2021 0 Por Francisco Avelino

Quatro criminosos suspeitos de matar o fotógrafo Thiago Freitas de Souza, de 32 anos, foram presos na tarde desta quarta-feira (19) dentro de um táxi, na Alameda São Boaventura, no Fonseca, na Zona Norte de Niterói. Segundo a Polícia Militar, um dos acusados confessou que eles seriam os autores do crime.

De acordo com a PM, os criminosos identicados como Vulgo Terrorista, de 16 anos, Vulgo “Jecão” de 22 anos, Vulgo “Canelão”, de 18 anos e Vulgo “Cria”, de 23 anos, estavam no interior de um táxi padrão Rio. Por volta das 16h40min as câmeras do Centro Integrado de Segurança Pública de Niterói (Cisp), notaram que o motorista que trafegava pela Avenida Professor João Brasil, no Fonseca, conduzia o veículo aparentando nervosismo, policiais da região foram informados e realizaram buscas.

Quando a equipe chegou nas proximidades do Horto do Fonseca, avistou o veículo trafegando na pista sentido São Gonçalo e conrmou a placa junto ao CISP. O veículo foi interceptado e todos foram detidos.

Durante revista nos acusados, foi encontrado uma munição calibre .223 Remington no bolso de um deles. Ainda segundo a PM, O motorista informou que eles haviam solicitado a viagem nas proximidades da Fiocruz (Baixa do Sapateiro).

A Polícia Militar informou ainda que todos os quatro armaram ter se reunido livremente am de participarem da guerra entre as facções rivais Comando Vermelho (CV) e Terceiro Comando Puro (TCP), na comunidade do Santo Cristo, pois são pertencentes à facção TCP. Ainda
disseram que caso chegassem ao destino mandariam o taxista “ralar” sem pagar a corrida.
O caso foi registrado na 76ª Delegacia Policial (DP), no Centro de Niterói.

Morte do fotógrafo Thiago teria solicitado que tracantes de drogas abaixassem o som que estaria atrapalhando o sono de sua lha. O fotógrafo teria feito o pedido por duas vezes e atingido por disparos na tentativa seguinte.

A vítima chegou a ser socorrida levada para o Hospital Estadual Azevedo Lima (HEAL), na mesma região, mas ele não resistiu aos ferimentos.

O corpo de Thiago foi sepultado na segunda-feira, 17, no cemitério Arquiconfraria Nossa Senhora da Conceição, no Barreto.