Polícia identifica acusados da morte de filho de ex-prefeito de Maricá-RJ

Polícia identifica acusados da morte de filho de ex-prefeito de Maricá-RJ

24 de dezembro de 2020 1 Por Francisco Avelino

Na última sexta-feira, dia 18, Wellington Vinícius Afonso Viana, de 47 anos, foi morto com dois tiros na cabeça na Estrada Joaquim Afonso Viana, no bairro São José do Imbassaí, em Maricá, Região Metropolitana do Rio.

Wellington, filho do ex-prefeito de Maricá, Uilton Viana, foi atingido dentro do carro, um Corolla branco, e morreu no local. Inicialmente, testemunhas teriam levando a hipótese de latrocínio cometido por dois homens em uma moto. Mas a Divisão de Homicídios de Niterói e São Gonçalo chegou a outra motivação para o crime: passional.

De acordo com as investigações, Sebastião Martins, 48 anos, desconfiava que sua esposa estava o traindo com a vítima. Decidiu então se vingar. Para colocar seu plano em prática, o suspeito, que teve a prisão temporária decretada no último sábado, decidiu fazer uma proposta para comprar a casa onde morava. A residência pertencia à Wellington e estava alugada ao casal.

Todas as tratativas da suposta compra foram feitas através de conversas de whatsapp, que constavam no aparelho telefônico da vítima. Sexta-feira de tarde, a vítima foi então ao imóvel, que fica no bairro Itapeba para efetivar o suposto negócio. Lá, os dois conversaram sobre os valores, tendo Sebastião simulado um áudio para fosse realizado um depósito de R$ 60 mil e outro de R$ 20 mil. Na saída, a vítima deu uma carona ao suspeito e um outro homem, ainda não identificado.

Sebastião Martins, 48 anos

“Ele atraiu a vítima com a desculpa que queria comprar a casa. No interior do veículo achamos um recibo de venda da casa assinado pela vítima. E recuperamos as tratativas através de mensagens de celular entre os dois. Só que tudo isso era um plano para tentar encobertar o cirme”, informou o delegado Leonardo Affonso.

Pouco mais de quatro quilômetros depois do início do trajeto, Wellington foi atingido por dois disparos de revólver 38 na cabeça, efetuados pelo homem que estava no banco de trás do carro. Uma câmera de segurança de um condomínio a 30 metros do local do crime mostra o carro da vítima parando. A porta de trás do motorista se abre, sem que o ocupante desça, e fecha novamente.

“Ali, ao que apuramos até agora, eles parecem discutir e seguem viagem em seguida. Incialmente, Sabastião está no carona e o outro ocupante, atrás. Segundo testemunhas, ele branco, jovem, cerca de 22 anos, magro e cerca de 1,75 metros de altura”, completou Leonardo.

Sebastião é considerado foragido. Ele tem diversas passagens pela polícia e possui uma condenação por tentativa de homicídio contra sua ex-mulher.

A DHNSG pede a ajuda da população, qualquer informação pode ser feita pelo disque denuncia (21)2253-1177 ou para whatsapp da unidade 21 98596-7053.