Maricá celebra o Agosto Dourado com incentivo à amamentação

Maricá celebra o Agosto Dourado com incentivo à amamentação

5 de agosto de 2022 0 Por Francisco Avelino

A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Saúde, celebra o Agosto Dourado, mês de incentivo ao aleitamento materno, com a promoção de serviços voltados às mães e bebês ao longo do mês em todas as Unidades de Saúde da Família (USF) da cidade. O foco da ação é destacar que o ato de amamentar traz muitos benefícios e é fundamental para a saúde na primeira infância.

As unidades de saúde vão promover palestras educativas e atividades lúdicas voltadas à população atendida, abordando temas como doação de leite, benefícios da amamentação, mitos e verdades, além dos direitos da gestante. Os profissionais de saúde vão reforçar a importância do leite materno, que contribui para diminuir a mortalidade infantil ao reduzir a incidência de doenças infecciosas nas crianças e processos alérgicos, além de melhorar o desenvolvimento intelectual e proteger contra outras doenças a longo prazo, como obesidade e diabetes.

“A amamentação é um ato de amor que reforça o vínculo entre mãe e filho, contribuindo para o desenvolvimento dos bebês. A cor dourada está relacionada ao padrão ouro de qualidade do leite materno, pois esse alimento é essencial para sobrevivência, nutrição e desenvolvimento no início da vida. Em Maricá, celebramos o mês promovendo e apoiando o aleitamento materno, com atividades que estimulam as sensações da gestação, rodas de conversas e outras atividades que destacam o empoderamento das mulheres nesse momento tão importante”, ressaltou a enfermeira Aline Peixoto, responsável pelo Agosto Dourado em Maricá.

Rede de Saúde com serviços e ações voltadas às mães e bebês

Em Maricá, o incentivo ao aleitamento começa já no pré-natal, com estímulo as mulheres grávidas a amamentar com leite materno. A cidade também conta com atendimentos médicos destinados às puérperas (mães que tiveram filhos recentemente), com avaliação do processo de amamentação por profissionais especializados e visitas domiciliares.

Maricá possui um Centro Materno-Infantil, localizado no Posto Central, que também é um espaço de coleta de leite materno e funciona, de segunda a sexta, de 8h às 17h. O município conta com polos de triagem neonatal em cada distrito, presentes nas USF Elenir Umbelino de Mello (no Flamengo), Ponta Negra, Inoã II e Barroco, que realizam os testes do pezinho, da orelhinha, da linguinha e vacinação BCG (contra a tuberculose).

A Rede de Urgência e Emergência também disponibiliza serviços voltados às mães e bebês. Na maternidade do Hospital Conde Modesto Leal, no Centro, há um neonatologista (médico que atua nos cuidados específicos com recém-nascidos) por plantão, auxiliando no momento do parto e no período de amamentação, oferecendo também orientações essenciais para o dia a dia dessas mulheres.

Além disso, em breve, o hospital terá um novo Centro Pediátrico, que está em fase de readequação e tem término previsto para o final deste ano. O espaço terá três consultórios – podendo ser ampliado para quatro – e capacidade para 16 leitos destinados a crianças, entre enfermaria, isolamento e estabilização.

Serviços voltados à saúde da mulher são referência em Maricá

Na cidade, as mulheres contam com assistência em saúde específica e de referência. As ações voltadas a essa população passam pelo pré-natal; planejamento reprodutivo; precauções direcionadas ao climatério e menopausa; atenção à mulher indígena; detecção precoce do câncer de mama e colo de útero; acolhimento durante a amamentação; além de assistência à vítima de violência e àquelas com Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs).

De janeiro a julho deste ano, foram realizadas 9.253 consultas pré-natal na rede municipal, assim como 3.453 exames preventivos e clínicos das mamas, o que reforça o trabalho promovido em Maricá voltado ao acolhimento dessas mulheres.