Segurança nas ruas de Maricá será reforçada

Segurança nas ruas de Maricá será reforçada

2 de agosto de 2021 0 Por Francisco Avelino

A Prefeitura de Maricá e a Secretaria Estadual da Polícia Militar assinaram um convênio para aumentar a quantidade de policiais militares que atuam nas ruas da cidade através do Programa Estadual de Integração na Segurança (Proeis). A partir desta terça-feira, dia 03/08, o efetivo diário passará de 120 para 170 homens. Um aumento de 50 profissionais.

A cidade de 168 mil habitantes tem um território grande, de 362 km2, a ser patrulhado. Por isso, um estudo foi realizado pela Secretaria de Ordem Pública e Gestão de Gabinete Institucional (Seop), confirmando a necessidade de mais agentes nas ruas. O tenente-coronel Roberto Christiano Dantas, que assumiu recentemente o comando do 12º Batalhão da Polícia Militar foi procurado e o acordo firmado.

“A Segurança Pública é de competência da Policia Militar e da Policia Civil, só que nós entendemos que o município pode colaborar, como sempre tem feito. Coincidentemente, houve a troca do comando do 12° Batalhão. Então, procuramos o comandante e acertamos que todo planejamento será realizado em conjunto, obedecendo as estatísticas do Instituto de Segurança Pública”, explicou o secretário da pasta, Júlio Veras.

Os policiais serão alocados nos locais que a mancha criminal determinar e que, anteriormente, não eram contemplados. “Sem dúvida, nenhum distrito será deixado de lado. Mas a gente vai alocar os policiais de acordo com a necessidade real desses locais e não como uma necessidade que as pessoas acham que deva ter empiricamente. Com esse reforço, acreditamos que haverá a diminuição dos índices de criminalidade”, garantiu Veras, bastante confiante.

“Se o efetivo realmente aumentar por completo em toda a cidade vai favorecer a população. São José especificamente tem algumas áreas que já estão bem complicadas, o Mutirão, no Km 22, na linha. Então, se houver um aumento do efetivo policial nessas áreas vai ajudar a população sim”, declarou Daniel Azevedo Farias de 38 anos, referindo-se ao bairro em que mora.

Para Franklin Azevedo de 31 anos, que mora no Parque Nanci, o policiamento ostensivo é sempre importante para reduzir a criminalidade e manter a cidade tranquila como sempre foi.

“A população está aumentando a cada ano e à medida que a população está crescendo tem que ter um reforço policial, até porque Maricá não é uma ilha. As cidades são unidas umas às outras e a mancha criminal circula de uma cidade para outra. Então, Maricá tem que se reforçar também para que lá na frente não sofra com a violência como as outras cidades. Tem que ter uma ação preventiva para que as coisas não saiam do controle”, justificou.