Família acusa policiais militares de sumiço e morte de jovem em São Gonçalo

Família acusa policiais militares de sumiço e morte de jovem em São Gonçalo

19 de março de 2021 0 Por Francisco Avelino

Foto: DIvulgação Faceboock

O comerciante Jhonatha Malaffaia, de 25 anos, foi encontrado morto, com marcas de tiros, na manhã desta sexta-feira (19), em uma área de mata, na Estrada de Itaóca, na Fazenda dos Mineiros, no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, após ter ficado dois dias desaparecido. Familiares afirmam que o desaparecimento ocorreu durante operação policial.

Segundo o Corpo de Bombeiros, equipes do 20º Grupamento de Bombeiros Militar (GBM), de São Gonçalo, realizavam buscas desde quando foi acionada pela família, e nesta sexta, as buscas foram iniciadas às 8h15. Infelizmente o jovem foi encontrado sem vida.

Foto: Divlgação face boock

Segundo familiares, na tarde desta quarta-feira (17), Jhonatha e uma amiga, de 31 anos, saia da Praia de Itaoca, onde foram almoçar. Eles embarcaram em um veículo de “lotada”, e quando estavam seguindo viagem, um veículo blindado da Polícia Militar apareceu, os policiais teriam efetuado disparos na direção do veículo, os passageiros conseguiram abrir as portas e correr para uma região de mata. O motorista e a jovem teriam sido capturados pelos agentes.

“Eles colocaram uma faca no meu pescoço e falaram que se tivesse alguma coisa no meu celular iriam me agredir. A todo momento eu pensava que ia morrer. Depois que eles viram que não tinha nada de errado, me colocaram no “Caveirão” e me soltaram em outro local”, disse jovem que por medo preferiu não ser identificada.

Ainda segundo familiares, testemunhas afirmaram que o veículo blindado teria voltado no mesmo local. Jhonatha teria sido encontrado e colocado no interior da viatura e não foi mais visto.

“Quando ficamos sabendo disso começamos a procurar em hospitais e IMLs, pois como três pessoas haviam sido mortas durante a operação da polícia fomos checar para ver se não seria ele, mas infelizmente hoje encontramos ele morto com as penas quebradas, e três tiros, um na perna e dois nas costas”, disse um familiar que também preferiu não ser identificada.

Segundo uma prima de Jhonathan, ele tem uma loja de roupas em santa Luzia, mas a um tempo não estava indo no estabelecimento e que as vendas estavam sendo feitas via redes sociais.

Amigos lamentaram a morte do jovem.

“Ele era um amigão, sempre brincalhão. Era trabalhador do andava rodeado de mulheres. Ele era muito festeiro, não merecia isso”, lamentou um amigo.

Jhonatha que era conhecido como o “Rei das Mulheres”, também era conhecido entre artistas não só da comunidade como de fora. Em dezembro do ano passado ele chegou a postar em sua rede social uma foto ao lado Ex-Flamengo, Adriano Imperador.

Procurada, a Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informou que a família deve fazer a denúncia relatando o corrido por meio do canal 190, ou pelo Disque-Denúncia (21) 2253-1177

Jhonatha era solteiro e morava há sete meses no Salgueiro. O corpo será sepultado na manhã deste sábado (20), no Cemitério São Miguel, no bairro de mesmo nome, em São Gonçalo.

OPERAÇÃO

Segundo a Polícia Militar, no dia da operação policiais do 7º BPM (São Gonçalo), chegaram a trocar tiros com criminosos. Três acusados de tráfico de drogas foram baleados. Eles chegaram a ser levados para o Hospital Estadual Alberto Torres (HEAT), no Colubandê, mas não resistiram.

A operação foi autorizada pelo Estado Maior da PM, e teve o objetivo de prender criminosos responsáveis por roubo de cargas e veículos na BR-101. Dois fuzis foram apreendidos. A ocorrência foi registrada na 72ª Delegacia de Polícia (DP), do Mutua.