Policial Militar é internado em estado grave após ser alvo de tiros em praia de Arraial do Cabo-RJ

Policial Militar é internado em estado grave após ser alvo de tiros em praia de Arraial do Cabo-RJ

9 de fevereiro de 2021 0 Por Francisco Avelino

O cabo Rodolfo José de Souza Brito foi baleado por criminosos no rosto, braço, peito e barriga enquanto trabalhava, segundo a polícia. Essa é a segunda vez em cerca de um mês que pessoas são baleadas na localidade. Polícia investiga o crime.


Cabo Rodolfo José de Souza Brito foi baleado durante tiroteio em praia de Arraial do Cabo, no RJ — Foto: Arquivo pessoal

Um policial militar está em estado grave após ser baleado por criminosos enquanto trabalhava, na madrugada desta segunda-feira (8) em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio. De acordo com a polícia, o cabo Rodolfo José de Souza Brito foi baleado no rosto, braço, peito e barriga.

O crime aconteceu por volta das 2h30 desta segunda, quando Rodolfo e equipe da PM foram até a praia de Monte Alto após receber uma denúncia pelo telefone 190 de que homens estavam andando armados na localidade.

Ao realizarem buscas pela areia da praia, os PMs se depararam com cinco traficantes armados, que atiraram contra os policiais. Rodolfo foi atingido por quatro disparos e, segundo testemunhas, não teve tempo para revidar a ação.

O policial foi encaminhado para o Hospital Geral de Arraial do Cabo, mas, ainda na tarde desta segunda, foi transferido em estado grave para o Hospital Alberto Torres, em São Gonçalo, na Região Metropolitana.

Segundo policiais militares, a equipe médica informou que ele corre o risco de ficar paraplégico.

A 132ª DP em Arraial do Cabo já fez perícia no local. Imagens de câmeras de segurança estão em análise. Os policiais estão ouvindo testemunhas para auxiliar na identificação dos criminosos.

De acordo com a polícia, Rodolfo José já integrou o Batalhão de Operações Especiais (Bope).

O crime ocorreu no mesmo local onde um policial militar e outras duas pessoas morreram, em uma troca de tiros, durante uma festa de Réveillon, no dia 1° de janeiro.

Por Roberta Camargo, G1 — Região dos Lagos