Maricá, a única no Estado a gerar empregos mesmo na pandemia

Maricá, a única no Estado a gerar empregos mesmo na pandemia

29 de julho de 2020 0 Por Francisco

Foto: Marcos Fabrício

O conjunto de medidas de suporte à economia adotado pela Prefeitura de Maricá nos últimos meses como parte das ações de combate à pandemia de Covid-19, levou a cidade a ser a única do estado do Rio – entre municípios com mais de 150 mil habitantes – a registrar alta no número de empregos formais no primeiro semestre de 2020. Em um cenário geral de perdas, o desempenho do município projeta Maricá com um destaque positivo.

O resultado das políticas econômicas municipais se traduziu nos números do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), compilados pelo governo federal, que foram divulgados na última terça-feira (28/07): de janeiro a junho, Maricá registrou 0,28% mais vagas formais – apenas em junho, foram 150 admissões a mais que demissões, uma variação positiva de 0,83%.

Para o secretário de Desenvolvimento Econômico de Maricá, Magnum Amado, os números podem parecer tímidos, mas devem ser analisados num contexto de desaceleração da economia nacional – o país perdeu cerca de 1,2 milhão de vagas formais no primeiro semestre e local: “Em municípios vizinhos, o resultado é bem pior. Niterói registrou queda de 5,34% no estoque de empregos formais, e em São Gonçalo foram 4,87% menos vagas”, detalhou.

Segundo Magnum, o resultado positivo mostra o acerto do conjunto de medidas criado logo no início do período de isolamento social, justamente com o objetivo de estabilizar o estoque de empregos na cidade, mas sem a obrigação de fomentar o crescimento econômico durante o período da pandemia.

“Tivemos um resultado negativo no Caged em abril, quando o cenário ainda era de incerteza quanto à política econômica do país, e os programas de nosso município estavam sendo formulados e lançados. Os resultados desses programas – de Amparo ao Trabalhador (PAT) e ao Emprego (PAE), o Fomenta Maricá – apareceram nos meses seguintes, com a reversão de um quadro de demissões”, explica Magnum, que destaca ainda o aspecto social dos bons números municipais.

“O pacote de medidas de suporte econômico foi formulado também como apoio às medidas de saúde pública, para assegurar que a população maricaense pudesse cumprir o isolamento ao garantir o emprego e a renda das pessoas”, completa.