Traficante 3N é morto em confronto com a polícia em Itaboraí

Traficante 3N é morto em confronto com a polícia em Itaboraí

novembro 26, 2019 0 Por Francisco

Troca de tiros aconteceu no bairro de Cabuçu. Ação conjunta foi realizada entre Polícia Civil e Polícia Militar

Traficante e seu bando foram localizados em um sítio no bairro Cabuçu / Fotos: Marcelo Feitosa

Um dos traficantes mais procurados de São Gonçalo, Thomaz Jhayson Vieira Gomes, o 3N, 26 anos, morreu ao resistir à prisão, na manhã desta terça-feira, dia 26 de novembro.


Ele foi surpreendido por agentes da Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais (CORE) em um sítio localizado no bairro Cabuçu, em Itaboraí.


Os policiais civis tiveram apoio de equipes do 7ºBPM (São Gonçalo) e chegaram até o endereço através de informações levantadas pela Subsecretaria de Inteligência (SSinte).


Além de 3N, outros cinco comparsas também morreram na ação. No total, foram apreendidos 4 fuzis, 4 pistolas e 2 granadas, além de diversos carregadores.


O Disque-Denúncia oferecia uma recompensa de R$ 20 mil a quem desse informações que ajudassem a Polícia a localizar e prender o criminoso. Em setembro, um áudio em que 3N negociaria o pagamento de R$ 250 mil para não ser preso foi alvo de investigação.


Há pouco mais de seis meses 3N ficou no foco da imprensa, das forças de segurança e das cúpulas do tráfico, após matar o ex-comparsa Schumaker Antonácio do Rosário, 34.


Na ocasião, chegou a gravar um áudio justificando o crime, alegando que era “contra os maus tratos, a tortura, o sofrimento e a covardia” – em alusão a denúncias feitas por moradores do Jardim Catarina, em São Gonçalo, contra Schumaker, que era acusado de aterrorizar o bairro.


A morte de 3N ocorre 12 dias após a soltura de Antônio Ilário Ferreira, o Rabicó ou Coroa, 53 – apontado pela Polícia como dono do tráfico no Complexo do Salgueiro e condenado a 27 anos e três meses de prisão.


Em novembro de 2018, descontente com os frequentes assaltos e roubos de cargas no trecho Niterói-Manilha da BR-101 – que corta vários acessos ao conjunto de favelas que compõem o Complexo do Salgueiro – Rabicó teria ordenado que o então 2N passasse o controle das bocas-de-fumo para Adenilton de Madureira Vasconcelos, o Tilu da Balança.


No entanto, 2N descumpriu a ordem e matou Tilu. Ao desconfiar que seria morto, resolveu agir antes, matando Schumacker e pulando para a facção rival Terceiro Comando Puro (TCP) – o que o fez trocar o vulgo de 2N por 3N.