Araruama vai ter Guarda Municipal armada em 2020

Araruama vai ter Guarda Municipal armada em 2020

13 de setembro de 2019 0 Por Francisco Avelino

Treinamento começará nos próximos meses, com supervisão da Polícia Federal

Segundo Ipea, Araruama foi uma das cidades mais violentas do interior do Estado em 2017 Marcelo Figueiredo / Divulgação


Araruama é a primeira cidade do Estado do Rio de Janeiro a autorizar o porte de armas para os integrantes do quadro permanente da Guarda Civil do município. A prefeita, Lívia de Chiquinho, sancionou a Lei 2.426, no dia 22 de agosto, e desde lá o efetivo da corporação se prepara para receber o treinamento obrigatório para que os agentes possam trabalhar armados. Antes da medida entrar em vigor os agentes serão submetidos a exames psicológicos e psicotécnicos e a um treinamento de tiro, realizados pela Polícia Federal.

O segundo sargento PM Marcos André Costa, novo secretário de Segurança, Ordem Pública e Defesa Civil, que juntamente com o subsecretário Alex Silvestre e a comandante Flávia Corrêa deram início ao processo de cumprimento de exigências da polícia federal para a aquisição do porte de arma de fogo funcional para a Guarda Civil do município, diz que é importante esta medida do Executivo Municipal, já aprovada na Câmara dos Vereadores.

“Temos uma Guarda Civil muito atuante e era um desejo antigo da população e da própria corporação que nosso efetivo passasse a trabalhar armado. Vale ressaltar que todos os agentes receberão um treinamento que, posso garantir, será ainda mais rigoroso do que o aplicado pela polícia. Todos irão passar por treinamento técnicos, psicológicos e psicotécnicos para a posse e manuseio de armas, e essa capacitação será realizada pela Polícia Federal e deverá durar cerca de seis meses. Com essas medidas, a Guarda Civil Municipal passará a integrar o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP) de Araruama e andará armada ainda no primeiro semestre de 2020”, detalhou.

No início de agosto, o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgou um estudo que apontou Araruama como uma das cidades mais violentas no interior do Estado em 2017, ocupando a nona posição no ranking de índice de homicídios, o que acabou respaldando o governo municipal a colocar em pratica o antigo desejo de armar sua Guarda.

Treinamento – O especialista em segurança Jorge Tassi acredita que o uso da arma de fogo pelos agentes da corporação pode ser benéfica, mas ressalta que não pode haver falhas no treinamento.

o fluminense