Arena Flamengo recebeu Copa Maricá e etapa do estadual de Karatê

Arena Flamengo recebeu Copa Maricá e etapa do estadual de Karatê

agosto 26, 2019 0 Por Francisco

Mais de 20 equipes de karatê do Estado do Rio de Janeiro participaram da 3ª etapa do Campeonato Estadual da modalidade que aconteceu em paralelo à 9ª edição da Copa Maricá de Karatê.

Com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer, as competições foram realizadas no último domingo (26/08) no Complexo Esportivo Leonel de Moura Brizola, mais conhecido como Arena Flamengo, no bairro de mesmo nome.

Atletas das categorias masculinas e femininas e infantil e master apresentaram suas performances aos jurados nas modalidades Kata (uma sequência de movimentos que representa um confronto imaginário) e Kumite (o combate propriamente dito). Todas as disputas valiam vaga na etapa do campeonato brasileiro que acontecerá em outubro no Rio Grande do Sul.

Antes das apresentações e dos combates houve uma cerimônia de abertura que contou com diversas autoridades do esporte, entre elas o presidente da Confederação Brasileira de Karatê, Luiz Carlos Cardoso.

“Maricá está agraciando todos os praticantes de Karatê do Rio de Janeiro com esse evento em função de ser uma bela cidade. Estrategicamente é uma competição que tem não só o interesse esportivo, como também turístico, pois possibilita que as pessoas venham com mais prazer, participam do evento e conheçam as belezas da cidade”, disse.

Um dos pioneiros do esporte em Maricá e que hoje é o presidente da Associação Maricaense de Karatê, Carlos Henrique Paixão, também esteve no evento.

“É uma grande alegria e felicidade porque estou trazendo a Federação Olímpica juntamente com a Confederação Estadual”, afirmou. “Quando eu olho a arena cheia, com vários atletas e o grande público, é uma realização pessoal e isso me deixa bastante emocionado”, completou.

Trabalhando há 10 anos na Arena Flamengo, o atleta maricaense e professor de karatê, Armindo Moreira Lobo Júnior, falou sobre a emoção de atuar também como árbitro do esporte em sua cidade. “Sou cria de Maricá e isso é muito importante para a divulgação do esporte. Me sinto muito feliz. O karatê que me motiva muito a estar sempre firme e forte”, contou.

Além de Maricá, competidores de outras regiões como Saquarema, Rio de Janeiro, Baixada Fluminense, entre outros municípios, também disputaram a modalidade. “Acho gratificante porque não são todas as cidades que abrem as portas para competirmos. Tem que haver mais volume de competições porque o karatê tem que ser mais conhecido”, sugeriu Valtair Leonardo, de 16 anos, atleta da Marinha da categoria 16 e 17 anos, faixa roxa e preta menos de 61 kg.

Ansiosa para ver a apresentação do seu filho Vitor Ribeiro, de 10 anos, a diarista Vânia das Graças, de 42 anos, aprovou a realização do campeonato. “Estou muito feliz porque é um bom caminho. Queria que todas as crianças tivessem a oportunidade de fazer esporte, porque além de ser saudável, é um bom caminho a se seguir”, relatou.