Opinião: O Fator Brasil – China

Opinião: O Fator Brasil – China

agosto 17, 2019 0 Por Francisco

Por João Carlos da Silva

Com a tendência em aumentar os 35% das exportações que vão para a China, o Brasil virou uma seara para o gigante asiático nos últimos tempos. É o nosso maior importador de soja, frango e suíno. Agora, é o leite a grande sensação que irá aterrissar em terras de mandarim. O governo brasileiro deu uma tacada de mestre ao concretizar essa parceria em investimentos. No começo do governo, ocorreu um escorregão verbal por parte do presidente Jair Bolsonaro e que foi esclarecido em tempo. A diplomacia entrou em campo e arrumou o esquema tático com categoria. Ano passado o Brasil exportou para a China 70 milhões de toneladas de soja, 14,7 milhões em celulose e 322 mil em carne bovina in natura. Espetáculo, não? Balança comercial mais que ativa. Observando isso tudo, a ministra da Agricultura Tereza Cristina não embolou o jogo com discursos fracos e sem analogia. Focou o que é importante para o Brasil e se tornou uma autoridade respeitada lá fora. Não longe disso, a Frente Parlamentar Brasil – China presidida pelo deputado federal paulista Fausto Pinato abraçou o momento e faz interlocução pontual com o governo chinês visando ampliar interesses aqui e de brasileiros por lá. A China é o maior investidor em solo brasileiro e ultrapassou os EUA. Já investiram 71 bilhões de dólares por aqui. Belo capital empregado. A Frente Parlamentar absorveu todos esses números para alavancar a potencialidade do Brasil e torná-lo um referencial ao capital chinês. São negócios que se avolumam com segurança. A cada passo dado pela Frente Parlamentar Brasil – China, é um resultado positivo nas esferas econômicas brasileiras. Fausto Pinato uniu a necessidade do mercado chinês em aumentar seus investimentos no Brasil e também a vontade do Brasil em fincar os pés pelo empresariado no amplo mercado de consumo asiático. São números significativos que a cada ano a tendência é crescer. Exportar é o lema. Assegurar ao capital da China a segurança e a confiança no Brasil, será um tema na mesa do nosso governo. Daqui para frente é apostar na Frente Parlamentar Brasil – China e nos seus atraentes resultados. O mundo lá fora agradece.