Vigilância Sanitária encontra coxinhas de frango cruas em armazenagem inadequada e sem identificação

16 de julho de 2019 0 Por Francisco Avelino

Inspeção foi feita em lanchonete do Rio Comprido, em atendimento à denúncia de de venda de salgado com comprimido dentro

Vigilância Santário do Rio / Foto Edilson Duarte

A Subsecretaria de Vigilância Sanitária e Controle de Zoonoses da Prefeitura do Rio inspecionou, na tarde desta segunda-feira, dia 15, a lanchonete na Rua Estrela, 190, no Rio Comprido, atendendo denúncia feita à Central 1746 por uma consumidora com relato de que havia encontrado um comprimido dentro de um salgado. Na ação nada havia em relação à demanda, mas fiscais encontraram acondicionadas incorretamente no freezer, sem proteção e sem identificação, dez quilos de coxinhas de frango cruas que foram descartadas. O estabelecimento foi multado por armazenagem inadequada de alimentos, ausência de rótulo com a procedência e prazo de validade do produto e ainda por falta de higiene no banheiro (ausência de tampa e pedal na lixeira e de sabão no dispensador).

Técnicos emitiram também um termo de intimação com o prazo de 60 dias para o dono do estabelecimento providenciar adequações estruturais, como a substituição dos ralos pelo sistema de abre e fecha e limpeza das paredes e teto da cozinha. A Vigilância Sanitária reforça a importância da população sempre registrar as denúncias na Central 1746, um dos canais utilizados para a definição dos roteiros de inspeção do órgão que já esteve na lanchonete outras vezes. A última delas foi em 2017, mas sem registro de multas.