Liesa lamenta e discorda de medida que proibirá serviços públicos nos desfiles da Sapucaí

Liesa lamenta e discorda de medida que proibirá serviços públicos nos desfiles da Sapucaí

julho 16, 2019 0 Por Francisco

Mangueira foi a campeã do Carnaval 2019. Foto: Fernando Grilli/Riotur

A Liga Independente das Escolas de Samba (Liesa) se posicionou através de nota oficial, nesta segunda-feira (15), sobre o decreto que proibirá a utilização de recursos públicos em eventos com venda de ingressos. A proposta do prefeito do Rio, Marcelo Crivella, pretende impedir Comlurb, RioLuz, Guarda Municipal e outros serviços de atuarem nos desfiles da Sapucaí.

Confira a nota da Liesa:

A Liesa lamenta e não concorda com as declarações do Exmo. Sr. Prefeito do Rio de Janeiro acerca dos desfiles das Escolas de Samba realizados na Passarela do Samba.

O evento, gerador de milhares de empregos, recolhe os impostos devidos, inclusive os 5% de ISS sobre todos os valores arrecadados, colaborando, direta e indiretamente, também, para que diversos outros setores da economia da cidade arrecadem mais, com valores revertidos para a prefeitura.

A Liesa argumenta que a população, que paga seus tributos, tem direito à prestação de serviços por parte do poder público, sem qualquer tipo de discriminação.

Fonte: SRzd