Documentos, celulares e computadores são apreendidos em investigação de morte de jornalista em Maricá, no RJ

Documentos, celulares e computadores são apreendidos em investigação de morte de jornalista em Maricá, no RJ

17 de junho de 2019 0 Por Francisco Avelino

Policiais civis realizaram operação para cumprir mandado de busca e apreensão.

Policiais civis realizaram nesta segunda-feira (17) uma operação em Maricá (RJ) para cumprir mandado de busca e apreensão como parte da investigação que apura a morte do jornalista e empresário Robson Giorno.

Segundo a Polícia Civil, foram apreendidos documentos, celulares, computadores e tablet, que serão analisados.

O crime segue em investigação na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG).

Robson Giorno era dono do jornal O Maricá e pretendia ser candidato a prefeito nas eleições municipais do ano que vem — Foto: Reprodução/Facebook
Robson Giorno era dono do jornal O Maricá e pretendia ser candidato a prefeito nas eleições municipais do ano que vem — Foto: Reprodução/Facebook

O crime

O jornalista foi baleado e morto na porta de casa, no bairro Boqueirão, na noite de 25 de maio. A esposa do jornalista, que estava com ele, não foi atingida.

Robson Giorno era dono do jornal “O Maricá” e, segundo sua página pessoal em uma rede social, pretendia ser candidato a prefeito nas eleições municipais do ano que vem.

 G1 Região dos Lagos.