Sete pessoas são baleados e quarto morrem no local Porto Velho em São Gonçalo

Sete pessoas são baleados e quarto morrem no local Porto Velho em São Gonçalo

27 de maio de 2019 0 Por Francisco Avelino

Ataques aconteceram nos bairros Porto Velho e Gradim, em São Gonçalo

Pelo menos quatro pessoas morreram e outras sete ficaram feridas, no início da noite deste domingo, durante ataques a dois bares de São Gonçalo, na Região Metropolitana do estado. De acordo com as informações iniciais, os autores dos disparos estavam em um carro branco e atiraram em direção aos estabelecimentos, o primeiro no Campo da Brahma, em Porto Velho, e depois o Bar do Preá, no Gradim, pouco depois das 18h.De acordo com a Polícia Civil, dentre os mortos estão um homem e uma mulher que estavam no bar do Campo da Brahma. 

Ela seria a dona do estabelecimento e tem cerca de 60 anos. A outra vítima tem aproximadamente 45 anos. Ainda não há a identificação deles.A terceira vítima fatal foi identificada como Eduardo Ribeiro, de 52 anos, e estava no bar do Gradim. A identificação da quarta morte não foi divulgada.

Alguns feridos foram levados para o Pronto Socorro Central
Alguns feridos foram levados para o Pronto Socorro CentralReprodução / Internet

O Corpo de Bombeiros foi acionado para o caso do Campo da Brahma e informou que agentes dos quartéis de Colubandê e de Niterói socorreram quatro pessoas no local. Os feridos, dos dois locais, foram enviados ao Pronto Socorro Central (Zé Garoto) e ao Hospital Estadual Alberto Torres (Heat).


Policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo) foram acionados e estiveram nos dois endereços. Eles acionaram a Delegacia de Homicídios de Niterói, Itaboraí e São Gonçalo (DHNSG), que investiga a motivação dos crimes.

Baleados no Campo da Brahma
Baleados no Campo da BrahmaReprodução / Internet

Algumas das vítimas já foram identificadas.

No Ponto Socorro de São Gonçalo (PSSG) são: Carlos Augusto Santos Molhado, Rogério Almeida Gonçalves e Wendel Jacinto Silva, os três de 46 anos; Porsidônio Ribeiro Neto, 53, João Marcelo Costa, 41, José Carlos Silva, 45, e um idoso de 70 anos conhecido como Waldir. Ele e Carlos Augusto foram transferidos para o Hospital Estadual Alberto Torres HEAT.

Fonte: O Dia