Transito lento na saída para o feriadão

Transito lento na saída para o feriadão

abril 18, 2019 0 Por Francisco

Principais vias da cidade apresentaram intenso fluxo de veículos

Os motoristas que decidiram pegar as estradas para curtirem o feriado prolongado da Semana Santa precisaram ter paciência nesta quinta-feira (18). Na Ponte Rio-Niterói, os condutores enfrentaram retenção desde início da tarde.

O fluxo aumentou por volta das 18h, apresentando lentidão no sentido Niterói nos acessos à Grande Curva, Vão Central, e Praça do Pedágio. De acordo com a Concessionária Ecoponte, que administra a via, o tempo médio de travessia para Niterói chegou a 34 minutos à tarde.

Quem decidiu seguir para o Rio de Janeiro nesta quinta também enfrentou problemas ao longo da tarde e no início da noite, quando o tempo para cruzar a pista chegou a 40 minutos em média.

A Ecoponte estima que 700 mil veiculos passarão na Ponte Rio-Niteroi nos feriados de Páscoa e São Jorge.PUBLICIDADE

Na rodovia BR-101, no sentido Itaboraí, o fluxo grande de carros começou por volta das 15h30 e se intensificou no início da noite. Os pontos de engarrafamento foram registrados desde a Av. do Contorno até a altura de Três pontes. Apenas na altura de Itaúna que os motoristas conseguiram pegar o caminho mais livre.

De acordo com a Autopista Fluminense, concessionária que administra a via, a estimativa é de que mais de 500 mil veículos passem pela rodovia durante o feriado.

Quem decidiu pegar a RJ-104 não enfrentou maiores problemas ao longo do dia. O fluxo de veículos foi grande, mas não o suficiente para testar a paciência dos condutores. O maior ponto de retenção foi na altura do bairro Santa Bárbara.

Na Alameda São Boaventura, o congestionamento tomou conta de praticamente toda a extensão da via desde o início da tarde, tanto no sentido ponte, quanto no sentido São Gonçalo. Condutores precisaram ter paciência até o cair da noite. 

Operação PRF – A Operação Semana Santa, realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nas rodovias federais do Rio de Janeiro, foi iniciada nesta quinta-feira. O objetivo é reforçar o policiamento nos dias e horários com maior volume de acidentes e de criminalidade. A operação segue até a meia noite de domingo (21). 

O feriado é marcado pelo aumento do fluxo de veículos e pessoas. As equipes operacionais farão rondas para coibir a prática de infrações e reduzir o número de acidentes. Serão utilizadas viaturas, motocicletas, um helicóptero, com etilômetros e radares portáteis.

A embriaguez ao volante é uma das principais preocupações. A utilização do cinto de segurança e o dispositivo de retenção para crianças também estarão no foco dos policiais. A fiscalização ainda estará voltada para coibir o excesso de velocidade, as ultrapassagens proibidas e com atenção especial às motocicletas, além de outras condutas perigosas.

No Rio de Janeiro, as principais rodovias federais que receberão reforço serão a Niterói-Manilha (BR-101), Rio-Santos (BR-101), Presidente Dutra (BR-116), Washington Luiz (BR-040), Rio-Teresópolis (BR-116) e Ponte Rio-Niterói (BR-101). Outros trechos, como Norte Fluminense e Centro-Sul, também terão atenção especial com atividades de fiscalização de trânsito e policiamento.

Em casos de emergências nas rodovias federais, a PRF deve ser acionada através do telefone 191.

O Fluminense